Perda e roubo de aparelhos de celular corporativo: como evitar?

Os smartphones tomaram conta da sociedade. A cada dia é mais raro encontrar pessoas que não tenham pelo menos um aparelho celular. O uso do smartphone é imprescindível, principalmente para profissionais que trabalham em uma empresa que disponibiliza o celular para assuntos profissionais.

A perda e roubo de aparelhos de celular corporativos têm aumentado consideravelmente, fazendo com que as organizações dessem mais atenção a esse inconveniente. Algumas ações podem ser adotadas para prevenir o roubo e a perda dos celulares, como o uso de aplicativos de localização.

Neste post vamos enfatizar a importância de manter os aparelhos corporativos em segurança, destacando algumas dicas que podem ser executadas para prevenir problemas. Além disso, ressaltamos intervenções que podem ser feitas caso aconteça de o funcionário perder ou ter o celular corporativo roubado. Confira!

Bloquear o aparelho

No ano 2000 foi lançado o cadastro único, que tem como objetivo registrar aparelhos que foram furtados ou roubados, visando impedir que eles sejam habilitados em outras linhas telefônicas. No entanto, o número de aparelhos bloqueados é muito menor do que a quantidade de aparelhos roubados. As empresas precisam realizar esse procedimento para que o aparelho seja bloqueado, impossibilitando o uso após furto ou perda.

Da mesma maneira que as pessoas têm um CPF, o aparelho celular tem um número único que o diferencia de todos os aparelhos do mundo, chamado de IMEI — International Mobile Equipment Identity. Com o IMEI é possível que um aparelho específico seja bloqueado.

Esse número está na nota fiscal do celular e também pode ser descoberto digitando *#06#. Se você não sabe de cor o número do IMEI do seu aparelho, deixe anotado em um local seguro.

Para bloquear o aparelho basta ligar para a operadora contratada e informar que o seu aparelho foi roubado. A partir daí você fornece o número de IMEI para o aparelho ser bloqueado temporariamente. Você poderá tornar o bloqueio permanente ao comparecer em uma das lojas da operadora e assinar um termo de responsabilidade. Isso deve ocorrer em até 48 horas do comunicado da perda ou do furto.

Bloquear a linha telefônica

Antes de qualquer ação, o usuário deverá bloquear a linha do celular, que impede que o criminoso faça uso do plano de dados contratado. Para isso, cada operadora tem seu próprio procedimento, mas no geral o procedimento pode ser feito por meio de uma ligação ao serviço de atendimento ao consumidor.

Contratar um seguro

Segundo a Agência nacional de Telecomunicações (Anatel), existem cerca de 241 milhões de smartphones no Brasil, sendo que há pelo menos 8,8 milhões de aparelhos que foram perdidos ou roubados. Diante desse cenário, cresce o interesse das empresas por seguros de aparelhos telefônicos.

O seguro pode ser uma alternativa de proteção contra roubos, quebras acidentais e os dois em conjunto. No entanto, a maioria dos seguros não cobre perdas do aparelho por culpa do usuário.

Algumas seguradoras cobrem todas as marcas e os modelos de smartphones, e há aquelas que têm seu foco voltado somente para modelos mais sofisticados. Essa é uma alternativa bastante adotada, pois deixa o usuário mais à vontade — já que ele terá o valor ressarcido caso aconteça algum imprevisto.

Restringir o local de uso

Há alguns lugares em que os índices de roubo são maiores — geralmente as regiões centrais e com grande fluxo de pessoas. Tendo isso em vista, é aconselhado que as empresas orientem seus funcionários a usarem os aparelhos em locais mais seguros, restringindo o uso em ambientes abertos, onde a propensão para furto e roubo é maior.

É importante evitar locais com aglomeração de pessoas, pois são mais suscetíveis a crimes como esse. Na maioria dos episódios o furto acontece sutilmente, sem que a pessoa perceba. Tendo isso em vista, é importante não facilitar, evitando utilizar o smartphone em locais públicos e guardando-o apropriadamente.

Fazer backups

Uma maneira de prevenir a perda de arquivos importantes caso aconteça um roubo é a realização dos backups de dados. Os usuários deveriam se acostumar a diariamente enviar seus dados para a nuvem. Se o telefone estiver sempre sincronizado, o desastre será menor caso aconteça algum incidente.

Os smartphones modernos costumam vir com funcionalidades que facilitam a atividade de backup, e cabe ao usuário fazer bom uso dessa ferramenta.

Solicitar o travamento remoto

Dependendo do smartphone, pode ser possível a contratação de serviços de rastreamento. Outro serviço oferecido é a exclusão de todos os dados do dispositivo. É conveniente contratar um serviço desse tipo, principalmente para smartphones corporativos, que costumam carregar informações confidenciais.

Alugar celulares corporativos

O aluguel é uma maneira eficiente de utilizar um aparelho de última geração. A empresa poderá fazer a locação do aparelho por um período de tempo específico dentro das necessidades que cada negócio apresenta. Alugar um smartphone pode ser uma boa solução, uma vez que a empresa que contrata o serviço não precisará ficar preocupada com o risco de perda e roubo de aparelhos de celular corporativos — que já está embutido no preço.

As empresas oferecem várias opções de modelos, e um dos motivos que favorece o aluguel de aparelhos eletrônicos é o baixo custo. Independentemente do tamanho da empresa, alugar dispositivos móveis tira a responsabilidade dos gestores em se preocupar com as aquisições dos aparelhos. Diferentemente da compra, o aluguel de aparelhos eletrônicos é um tipo de despesa que pode ser abatido no cálculo do Imposto de Renda.

Os aparelhos de celular são itens muito desejados pelos criminosos. Tendo isso em vista, é importante que os usuários e as empresas estejam atentos e tentem evitar esse inconveniente. Para prevenir esse incômodo, é aconselhado ter sempre em mãos o número do IMEI do aparelho, para bloqueá-lo caso seja necessário.

Além disso, é aconselhável evitar o uso de smartphones em locais com grande aglomeração de pessoas, já que esses ambientes são mais propensos a furtos — que na maioria das vezes acontecem de maneira imperceptível.

Viu como se prevenir de perda e roubo de aparelhos de celular corporativos? Seguindo as dicas apresentadas neste artigo, a probabilidade de acontecerem esses inconvenientes é bem menor. Para continuar por dentro do assunto, entenda como funciona o aluguel de aparelhos eletrônicos.

2019-01-08T11:15:47+00:008 - janeiro - 19|Aluguel de smartphones|